Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Islândia eleva juros para 18% após acordo com FMI

O banco central da Islândia elevou a taxa básica de juros da economia de 12% para 18% ao ano, revertendo um corte de 3,5 pontos porcentuais feito no dia 15 de outubro, quando a autoridade monetária tentou aliviar a pressão sobre a economia do país. A autoridade monetária informou que o aumento dos juros faz parte de um acordo com o Fundo Monetário Internacional (FMI).

Agência Estado |

O país receberá do FMI um empréstimo de US$ 2 bilhões para corrigir a depreciação cambial e restaurar a estabilidade financeira depois do colapso do setor bancário no início do mês. O aumento do juro hoje, segundo o banco central, visa a garantir a estabilidade da moeda. O BC islandês disse também que a taxa vai recuar novamente se a inflação perder força.

Além disso, o primeiro-ministro da Islândia, Geir Haarde, disse que está pedindo recursos adicionais no valor de US$ 4 bilhões à Suécia, Noruega, Dinamarca e Finlândia, além do Banco Central Europeu (BCE) e do Federal Reserve (Fed, banco central americano). Ele afirmou que ainda não recebeu nenhuma resposta. As informações são da Dow Jones.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG