SÃO PAULO - O Iraque e a China acertaram ontem acordo de serviços de petróleo da ordem de US$ 3 bilhões. É o primeiro grande contrato com uma companhia estrangeira desde a campanha militar americana em território iraquiano, em 2003.

O pacto, alcançado durante a visita do ministro do Petróleo iraquiano, Hussain al-Shahristani, à China remete a um contrato de 1997 que garantia aos chineses direitos de exploração do campo petrolífero de Al-Ahdab, na província de Wassit.

Pelo novo acerto, a produção no campo de petróleo será de 110 mil barris por dia, acima dos 90 mil barris previstos no acordo original. A produção em Ahbad deve começar daqui três anos contados a partir de agora e o contrato durará por 20 anos.

O governo iraquiano já manifestou a intenção de elevar a produção de petróleo cru dos atuais 2,5 milhões de barris diários para 4,5 milhões de barris em 2013.

(Valor Online, com agências internacionais)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.