Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Irã pedirá corte da produção da Opep de até 2 milhões de barris

Teerã - O ministro do Petróleo iraniano, Gholam-Hossein Nozari, disse hoje que o Irã proporá reduzir a produção da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) entre 1,5 milhão e 2 milhões de barris diários, na reunião do cartel no próximo dia 17, na Argélia.

EFE |

Segundo a agência oficial de notícias iraniana "Irna", Nozari disse que a proposta busca proteger os preços do petróleo e "estabelecer um equilíbrio entre a oferta e a demanda".

Além disso, Nozari advertiu que, se a Opep não adotar essa medida, haverá um excedente de oferta no primeiro semestre do próximo ano, que causará uma redução dos preços do petróleo.

O Irã é o segundo maior exportador das nações da Opep, que controla 40% da produção mundial de petróleo.

A queda do valor do petróleo, que perdeu mais de 70% nos últimos cinco meses, devido a um forte freio da demanda por causa da crise econômica, marcará a conferência ministerial da Opep em Oran (Argélia).

Desde que começou a queda dos preços do petróleo a partir de máximos históricos próximos a US$ 150 por barril, a Opep já definiu duas reduções da produção, em setembro e outubro, no total de 2 milhões de barris diários, que deixaram a cota oficial de produção em 27,3 milhões.

Leia mais sobre: Irã - Opep

Leia tudo sobre: irãopep

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG