Teerã, 24 out (EFE).- O Irã negou hoje que tenha violado as normas da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) e ressaltou que sempre produziu de acordo com as cotas fixadas pelo cartel.

Em declarações divulgadas hoje pela agência de notícias "Mehr", o representante iraniano na Opep, Mohamad Ali Khatibi, afirmou que as informações acusando seu país "carecem de fundamento e não são confiáveis".

"O Irã sempre respeitou as cotas de produção de petróleo fixadas pela Opep e nunca cometeu violação alguma a esse respeito. É importante assinalar que os números oferecidas por essas fontes são incompatíveis", afirmou.

A Opep decidiu no fim do ano passado reduzir para 4,2 milhões de barris sua produção diária devido à crise financeira global.

Algumas fontes denunciaram que o Irã, que busca preços mais altos, superou em setembro sua cota em cerca de meio milhão de barris.

O Irã, considerado o terceiro país do mundo em reservas provadas de petróleo e gás e o quinto exportador, tem, no entanto, uma indústria petrolífera precária, especialmente no setor de refino.

EFE jm/rr

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.