O guia supremo iraniano, o aiatolá Ali Khamenei, voltou a dizer nesta quarta-feira que seu país não cederá às pressões das grandes potências para suspender suas atividades nucleares sensíveis.

"Se dermos um passo para trás, as arrogantes potências darão outro para frente", disse o guia iraniano, citado pela televisão do Estado, em alusão ao Grupo 5+1 (China, Estados Unidos, França, Grã-Bretanha, Rússia e Alemanha) envolvido nas negociações.

"A idéia de que qualquer retrocesso ou concessão de nossa parte às arrogantes potências vai mudar sua política é completamente errônea e sem nenhum valor", acrescentou Khamenei, pedindo a seu povo "que avance para reforçar seus conhecimentos e capacidades científicas".

O Grupo 5+1 deu até sábado para o Irã responder claramente à sua última oferta de cooperação em troca de uma suspensão de suas atividades nucleares.

Terça-feira, a secretária americana de Estado, Condoleezza Rice, chegou até a lançar uma advertência contra o Irã, caso atrase em responder.

Os países ocidentais temem que o programa nuclear civil do Irã esconda objetivos militares, o que Teerã desmente.

aet/lm

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.