Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Irã convida estrangeiros para investir na indústria petrolífera do país

Teerã, 11 out (EFE).- O ministro de Assuntos Exteriores iraniano, Manouchehr Mottaki, convidou hoje outros países e empresas estrangeiras a investir na indústria petrolífera do Irã e ofereceu ampla colaboração do Governo de Teerã.

EFE |

Mottaki fez a oferta durante a inauguração, em Teerã, de uma conferência internacional sobre a indústria petrolífera do país.

"Existem garantias suficientes para o investimento no Irã", afirmou o ministro, segundo a agência estatal "Irna".

O país está disponível para "qualquer ampla colaboração com as empresas que quiserem investir em projetos de petróleo e gás no Irã", acrescentou.

Mottaki insistiu na necessidade de garantir o fornecimento mundial de energia "não com propósitos lucrativos, mas para beneficiar a comunidade internacional".

O Governo de Teerã ameaçou em várias ocasiões, no caso de ser atacado por outro país, fechar o estratégico estreito de Ormuz, pelo qual passa 70% do petróleo consumido no mundo.

O ministro acusou os Estados Unidos de espalhar a insegurança na região do Cáucaso e ofereceu seu território para servir de passagem no transporte dos recursos de petróleo e de gás dessa região, através do porto de Neka, às margens do mar Cáspio.

Depois da Arábia Saudita, o Irã é o maior exportador de petróleo das nações que fazem parte da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep), e produz 3,8 milhões de barris diários, um terço do que é fornecido nos campos petrolíferos sauditas.

O ministro do Petróleo iraniano, Gholam-Hossein Nozari, anunciou que as autoridades estão em meio a um programa de melhoria e ampliação das refinarias do país, o que abre espaço para investimentos estrangeiros.

"O Irã precisa de mais de US$ 20 bilhões em investimentos no setor de refino de petróleo", disse, acrescentando que o Irã deve construir duas estações de gás liquidificado e seis refinarias de petróleo.

O convite oficial para realizar investimentos no Irã acontece em um momento no qual o Governo de Teerã está em confronto com várias nações ocidentais devido ao desenvolvimento do programa de enriquecimento de urânio iraniano. EFE msh/fh/an

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG