Teerã, 31 out (EFE).- O Irã reduzirá a partir de amanhã sua produção em 199 mil barris diários de petróleo para cumprir a redução estipulada em 24 de outubro pela Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep), informou hoje oficialmente.

A Opep decidiu, em sua última reunião, uma redução de 1,5 milhão de barris diários, a partir de 1º de novembro, a fim de compensar a redução de demanda mundial de petróleo e a brusca queda dos preços internacionais.

O ministro do Petróleo iraniano, Gholam-Hossein Nozari, em declarações à agência local "Fars", confirmou que o Irã cumprirá sua parte e que a redução de 199 mil barris diários será aplicada a todas as zonas petrolíferas, cujas produções são transferidas à ilha de Kharg, no Golfo Pérsico.

O Irã é o segundo maior produtor de petróleo entre as nações da Opep. Em setembro passado, segundo o último relatório mensal da organização, extraiu 3,92 milhões de barris, menos da metade do primeiro produtor, a Arábia Saudita, com 9,38 milhões.

"Caso continue o processo da baixa do preço do petróleo, a Opep realizará com toda certeza uma nova reunião extraordinária", acrescentou o ministro iraniano.

Nozari disse que esta reunião extraordinária, se for necessária, poderia acontecer antes da que já está convocada para 17 de dezembro próximo na cidade argelina de Oran. EFE msh/an

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.