Taxa teve variação de 0,13 ponto percentual em comparação com a última semana de junho, quando registrou desempenho de -0,21%

A inflação medida pelo Índice de Preços ao Consumidor - Semanal (IPC-S) registrou na primeira semana de julho, até o dia 7, variação de -0,08%. A taxa é 0,13 ponto percentual acima da registrada na última apuração, no fim de junho. Após três decréscimos consecutivos, o IPC-S voltou a apresentar ligeira aceleração.

A contribuição para o acréscimo da taxa do IPC-S partiu dos grupos alimentação (-1,32% para -0,73%), transportes (-0,21% para -0,14%) e saúde e cuidados pessoais (0,46% para 0,48%).

Em contrapartida, os grupos vestuário (0,71% para 0,20%), habitação (0,29% para 0,22%) e educação, leitura e recreação (0,01% para -0,03%) apresentaram decréscimos em suas taxas de variação.

O grupo despesas diversas repetiu a taxa da última apuração, 0,60%.

O IPC-S é calculado semanalmente pela Fundação Getúlio Vargas (FGV) em sete capitais: Belo Horizonte, Brasília, Porto Alegre, Rio de Janeiro, Salvador e São Paulo. O indicador mede a variação da inflação para as famílias com renda mensal de até 33 salários mínimos.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.