Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Investimentos começam a voltar à Argentina após conflito com campo

Buenos Aires, 20 set (EFE) - Os cerca de US$ 5 bilhões que saíram da Argentina pelo conflito agrário registrado no segundo trimestre do ano começam a retornar ao país pelo temor originado nos Estados Unidos pela crise financeira, de acordo com relatórios publicados hoje pela imprensa local.

EFE |

A partir de dados oficiais sobre o balanço de pagamentos da Argentina, percebe-se que, entre abril e junho, "fugiram" do país US$ 5,011 bilhões.

Analistas privados citados hoje pelo jornal "Perfil", de Buenos Aires, coincidiram em afirmar que a fuga destes fundos foi uma "conseqüência direta" do conflito do Governo com o campo, "que disparou uma troca de pesos por dólares".

Segundo relatório da empresa de consultoria "Econométrica", a saída de capitais privados chegou a US$ 7,2 bilhões entre abril e junho.

Nesse período, o país registrou várias greves comerciais e bloqueios de estradas pela briga entre os produtores agropecuários e o Governo pelos impostos móveis às exportações de grãos.

Já a crise financeira gerada nos Estados Unidos provoca um movimento de capitais em sentido contrário.

De acordo com um relatório publicado hoje pelo jornal "Clarín", de Buenos Aires, apesar de os argentinos ainda terem entre US$ 120 bilhões e US$ 150 bilhões fora do país, muitos dos que tinham dólares depositados no exterior começaram a repatriá-los nos últimos dias pela aversão ao risco.

Outros, afirmou o periódico, se refugiaram em ativos físicos, mediante a compra de imóveis, um negócio que se reativou nos últimos dias, segundo fontes do setor. EFE nk/db

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG