SÃO PAULO - A Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) confirmou hoje a forte saída de recursos estrangeiro durante o mês de junho. De acordo com o balanço mensal, o saldo de negociação direta fechou o mês negativo em R$ 7,415 bilhões.

A cifra marca uma forte inversão de tendência que vinha sendo verificada desde maio, quando o saldo fechou positivo em apenas R$ 532 milhões, depois dos mais de R$ 6 bilhões internados em abril.

Não é à toa que o mês de junho foi o pior para a bolsa desde abril de 2004. O Ibovespa, principal índice do mercado acionário brasileiro, perdeu nada menos do que 7.575 pontos, ou 10,43%.

Durante o mês de junho, os não residentes efetuaram vendas no valor de R$ 52,972 bilhões em contraposição às compras de ações de R$ 45,557 bilhões. Com essa diferença entre entradas e saídas, o saldo de negociação direta em 2008 está negativo em R$ 6,656 bilhões.

Levando em conta a participação dos estrangeiros nas ofertas públicas de ações, incluindo as ofertas iniciais (IPO), o saldo estrangeiro ainda está positivo no acumulado do ano, em R$ 5,286 bilhões, sendo R$ 11,943 bilhões em aquisições realizadas em ofertas públicas de ações menos o saldo negativo de R$ 6,656 bilhões da negociação direta.

A participação dos estrangeiros nas ofertas públicas de ações, incluindo IPOs, representa 56,1% do total de R$ 21,284 bilhões das operações realizadas com Anúncios de Encerramento publicados até 2 de julho de 2008.

(Valor Online)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.