Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Investidor aguarda índices dos EUA

A tensão no mercado financeiro global atingiu na última sexta-feira (dia 11) um novo pico, com as dúvidas sobre a solvência das agências hipotecárias norte-americanas Freddie Mac e Fannie Mae e a intervenção das autoridades reguladoras no Banco Indymac. A instituição foi a nona maior provedora de empréstimos imobiliários nos Estados Unidos no ano passado.

Agência Estado |

Nesta semana, a tensão deve continuar forte. A extensa agenda de divulgação de indicadores econômicos americanos pode contribuir para elevá-la ou reduzi-la. Entre os destaques estão os índices de inflação ao produtor nos Estados Unidos, que sai na terça-feira (dia 15), e ao consumidor norte-americano, na quarta-feira (dia 16), relativos a junho. O Federal Reserve (Fed, o banco central americano) tem chamado a atenção para a alta dos preços e manteve a taxa básica de juros em 2% ao ano em sua última reunião por conta disso. Aliás, na quarta-feira, a instituição divulgará a ata desse encontro, realizado nos dias 24 e 25 de junho.

O mercado brasileiro deve continuar sentindo os solavancos externos nos próximos dias. A agenda de indicadores locais tem como destaque o índice de inflação medido pelo Índice Geral de Preços - 10 (IGP-10) de julho, que sai na quarta-feira.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG