Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Intervenção dos EUA anima Bolsas da Ásia; HK +4,3%

Os mercados asiáticos - à exceção da China - reagiram bem à notícia da intervenção do governo dos Estados Unidos nas gigantes hipotecárias Fannie Mae e Freddie Mac. Por conta disso, as bolsas da região fecharam em forte alta, recuperando parte das perdas da semana anterior.

Agência Estado |

Este foi o caso de Hong Kong, onde o índice Hang Seng ganhou 860,99 pontos, ou 4,3%, e terminou aos 20.794,27 pontos.

Já as Bolsas da China não seguiram a tendência dos demais mercados regionais. O índice Xangai Composto caiu 2,7% e encerrou aos 2.143,42 pontos, o pior fechamento desde 8 de dezembro de 2006. O Shenzhen Composto perdeu 4,1% e terminou aos 583,28 pontos. Os investidores continuaram pessimistas sobre a rentabilidade das empresas e o crescimento econômico, apesar das medidas do governo para tentar conter o excesso de liquidez do mercado. Yuan - A recuperação do dólar ante o euro durante as negociações na Ásia levou o yuan a fechar em baixa em relação à moeda norte-americana, encobrindo os ganhos do dia. No mercado de balcão, o dólar fechou cotado em 6,8433 yuans, de 6,8422 yuans na última cotação de sexta-feira.

A Bolsa de Taipé, em Taiwan, atingiu a maior alta porcentual diária em mais de 18 anos. Com moderado volume de negociações, o índice Taiwan Weighted ganhou 5,57% e encerrou aos 6.658,69 pontos - em 24 de julho de 1990, o índice subiu 5,61%. Na Coréia do Sul, o índice Kospi da Bolsa de Seul recuperou a maior parte do que havia perdido na semana passada e fechou com alta de 72,27 pontos, ou 5,2%, aos 1.476,65 pontos. O índice PSE Composto da Bolsa de Manila, nas Filipinas, fechou com alta de apenas 0,1%, aos 2.728,53 pontos. Na Bolsa de Sydney, na Austrália, o índice S&P/ASX 200 avançou 190,4 pontos, ou 3,9%, e fechou aos 5.067,5 pontos.

A Bolsa de Cingapura teve a maior alta em uma segunda-feira no ano. O índice Strait Times subiu 4,8% e fechou aos 2.697,49 pontos. Na Indonésia, o índice composto da Bolsa de Jacarta teve alta de 0,8% e fechou aos 2.038 pontos. O mercado tailandês teve forte alta, na esteira dos demais regionais, e impulsionado pelas expectativas de que uma corte forçará o primeiro-ministro Samak Sundaravej a renunciar. O índice SET da Bolsa de Bangcoc subiu 3,1% e fechou aos 665,66 pontos. O índice composto de cem blue chips da Bolsa de Kuala Lumpur, na Malásia, subiu 0,5% e fechou aos 1.075,93 pontos. As informações são da Dow Jones

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG