Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Intel corta gastos mudando fábrica de Xangai para o interior

Xangai, 6 fev (EFE).- A empresa americana Intel, maior produtora de microprocessadores do mundo, planeja fechar sua primeira fábrica de montagem de chips na China, em Xangai, e abrir outra na cidade de Chengdu, no interior do país, para adaptar-se às condições econômicas da crise, informou hoje a imprensa chinesa.

EFE |

Esta mudança desempregará 2 mil trabalhadores no distrito de Pudong, em Xangai, e se trata do segundo fechamento de uma fábrica de chips no delta do Yang Tsé em duas semanas, depois que a Qimonda, quinto fabricante mundial do setor, declarou falência no final de janeiro.

Uma porta-voz da Intel China, Nancy Zhang, afirmou ao jornal "South China Morning Post" que, apesar no fechamento em Xangai, a firma oferecerá novos empregos em suas fábricas de Chengdu, na província de Sichuan, na região central e Dalian, na província de Liaoning, no nordeste, ambas a mais de mil quilômetros de distância.

A Intel aponta a crise econômica como principal culpada da mudança desta fábrica para o interior do país, onde os custos são mais baixos e, em geral, os Governos locais oferecem maiores incentivos que nas áreas litorâneas às empresas estrangeiras.

O porta-voz da Associação Industrial de Semicondutores da China, Li Ke, calcula que a Intel havia gasto cerca de US$ 500 milhões em sua fábrica de Xangai, aproximadamente 10% do investimento total da firma no país desde que entrou nesse mercado.

Embora feche a fábrica de Xangai, a Intel ainda pretende investir outros US$ 100 milhões na China, segundo o jornal "Shanghai Daily".

Li avaliou que a produção anual da fábrica de Xangai chegava até agora a 1,8 bilhões de iuanes (em torno de US$ 263 milhões).

A Intel também anunciou que abrirá no futuro um novo centro de pesquisa e desenvolvimento em Xangai, o quarto após os que já tem em Pequim e Shenzhen (província de Cantão, sul). EFE jss/jp

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG