SÃO PAULO - A Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) tentou, mas não resistiu à instabilidade externa. Depois de registrar alta de mais de 1,4% durante a manhã, por volta das 13 horas, o Ibovespa perdia 0,53%, para 39.

914 pontos, com giro financeiro em R$ 1,26 bilhão.

Segundo o analista da Geral Corretora, Ivanor Torres, as perdas nas bolsas norte-americanas seguram um desempenho melhor do índice, que tentou romper importantes resistências técnicas para buscar os 42 mil pontos.

" A percepção é de que o investidor não está disposto a entregar seus ativos, mas ele também está com medo de apostar em uma retomada " , resume.

O importante é que o Ibovespa respeita um canal secundário de alta, oscilando há algumas semanas entre os 37 mil e os 40 mil pontos.

Ainda de acordo com Torres, a julgar pelas corretoras que estão atuando na compra, os estrangeiros estariam voltando ao país, mas ainda é cedo para afirmar que esses investidores estão montando posições de longo prazo.

Tomando como base os dados da Bovespa, o saldo de negociação dos não residentes começou fevereiro negativo, mas em volume bastante inferior ao observado em janeiro. No dia 2, a saída somava apenas R$ 36 milhões, depois de fechar janeiro em menos R$ 646 milhões.

Dentro do índice, o destaque segue com as ações da Vale, que lideram o volume negociado, avançando 1,33%, para R$ 30,45. O ativo ON subia 1,10%, a R$ 35,80. Os agentes seguem crentes em uma retomada de demanda por minério e metais na China.

Tal expectativa também deu fôlego às siderúrgicas nos últimos dias, mas hoje os papéis passam por correção. Gerdau PN perdia 1,47%, a R$ 16,08, e Usiminas PNA caía 1,27%, a R$ 29,42.

Puxando as perdas dentro do índice, Petrobras PN caía 1,32%, para R$ 25,35, devolvendo os ganhos do período da manhã.

Depois de ensaiar alta, Rossi ON puxava as perdas, recuando 7,26%, para R$ 3,71. Ontem o papel já tinha caído 16,7%. América Latina Logística unit, CCR Rodovias ON e Ultrapar PN perdiam mais de 2% cada.

Em Wall Street, os pedidos por seguro-desemprego acima do esperado deram o rumo do pregão. Há pouco, Dow Jones cedia 1,26%, enquanto o Nasdaq declinava 1,22%.

Na semana passada 626 mil americanos foram em busca do benefício estatal, número acima do estimado. Fracos resultados, como os da Cisco, também minavam o humor do investidor.

No mercado internacional de câmbio, o euro caiu forte ante o dólar depois que o presidente do Banco Central Europeu (BCE), Jean-Claude Trichet, disse que a economia da região enfrenta grande incerteza. Hoje, o BCE manteve a taxa de juros em 2% ao ano.

Já a libra avança sobre a moeda norte-americana, mesmo depois do Banco da Inglaterra (BoE) ter cortado o custo do dinheiro em 0,5 ponto percentual, para 1% ao ano, menor taxa em 315 anos.

Por aqui, a formação da taxa de câmbio é bastante instável. Com o dólar retomando o movimento de alta ante o real conforme as compras na Bovespa perderam força. Há pouco, a divisa era negociada a R$ 2,322 na venda, alta de 0,60%.

(Eduardo Campos | Valor Online)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.