RIO - A Empresa Brasileira de Infra-Estrutura Aeroportuária (Infraero) apresentou hoje (11), no Rio de Janeiro, o projeto de reforma do Aeroporto Internacional Tom Jobim. Segundo o presidente da Infraero, Sergio Gaudenzi, o Terminal 2 será concluído e o Terminal 1 será totalmente reformado. Gaudenzi afirmou que o prazo de conclusão das obras é de três anos e meio, independentemente de o Rio de Janeiro ser escolhido ou não para sediar as Olimpíadas de 2016. A apresentação do projeto, de R$ 400 milhões, aconteceu em uma audiência pública na Assembléia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj).

O Aeroporto Tom Jobim recebeu, na audiência, críticas do governador do Rio de Janeiro, Sergio Cabral, que pediu sua privatização. Gaudenzi reconheceu que o aeroporto está em uma situação crítica, mas disse que, por enquanto, não há intenção do governo federal em privatizar o aeroporto. Enquanto não houver outra determinação, cabe à Infraero cumprir o planejamento estabelecido, disse.

(Agência Brasil)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.