Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Infraero confirma pedido de demissão de Gaudenzi

BRASÍLIA - O presidente da Empresa Brasileira de Infra-Estrutura Aeroportuária (Infraero), Sergio Gaudenzi, pediu demissão. A informação foi confirmada ontem pela assessoria do órgão.

Valor Online |

Segundo a Infraero, estatal que administra os aeroportos brasileiros, Gaudenzi colocou o cargo à disposição na terça-feira à tarde. O motivo, de acordo com a assessoria, foi a discordância em relação à privatização de alguns aeroportos, medida em estudo pelo governo.

Apesar de já ter entregado a carta de demissão ao ministro da Defesa, Nelson Jobim, Gaudenzi continuará a cumprir agenda normalmente até a nomeação do substituto. A Infraero informou que o nome do futuro presidente da estatal não está definido e que a indicação cabe ao Ministério da Defesa.

O ministério, no entanto, não confirma oficialmente a saída de Gaudenzi e apenas alega não ter informações sobre o assunto.

Antes de exercer o comando da Infraero, Gaudenzi foi presidente da Agência Espacial Brasileira (AEB). Em agosto do ano passado, ele foi para a Infraero no lugar do brigadeiro José Carlos Pereira. Ele tomou posse poucos dias após Jobim assumir o Ministério da Defesa com a tarefa de resolver a crise no setor aéreo, que tinha se agravado após o acidente com o avião da TAM, no Aeroporto de Congonhas, em São Paulo.

Em audiência pública na Câmara dos Deputados, na semana passada, Gaudenzi disse que a privatização dos aeroportos mais lucrativos prejudicaria o fluxo de caixa da Infraero. Segundo ele, caso a empresa fique apenas com a administração dos aeroportos pouco rentáveis, o órgão não teria como se sustentar e se transformaria numa autarquia totalmente dependente de recursos da União.

(Agência Brasil)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG