Após um movimento de desaceleração, a inflação no varejo, medida pelo Índice de Preços ao Consumidor - Semanal (IPC-S), da Fundação Getúlio Vargas (FGV), voltou a apresentar elevação de preços mais intensa ou mesmo fim de deflação, entre o dado fechado de agosto e a primeira prévia de setembro. Das sete cidades pesquisadas, cinco apresentaram um movimento de aceleração dos preços. http://ultimosegundo.ig.com.br/economia/2008/09/08/igp_di_tem_em_agosto_1a_deflacao_desde_inicio_de_2006_1710127.htmlIGP-DI de agosto tem 1ª deflação desde início de 2006

Acordo Ortográfico

Na cidade de São Paulo, que tem maior peso no cálculo do IPC-S, a inflação voltou a ganhar força, no âmbito do índice. Segundo a FGV, os preços na capital paulista subiram 0,26% na primeira leitura do mês, de até 7 de setembro, em comparação com a alta de 0,13% apurada no IPC-S anterior, de até 31 de agosto.

Além de São Paulo, outras quatro cidades apresentaram aceleração de preços. É o caso de Brasília (de 0,22% para 0,23%); Porto Alegre (de -0,04% para 0,01%); Belo Horizonte (de 0,62% para 0,73%) e Rio de Janeiro (de 0,17% para 0,21%).

As outras duas capitais apresentaram queda mais intensa de preços: Recife (de -0,01% para -0,03%) e Salvador (de -0,13% para -0,33%).

Ontem, a FGV informou que a primeira prévia de setembro do IPC-S também mostrou aceleração, de 0,14% para 0,20%, entre o dado fechado de agosto e o apurado até o último domingo (dia 7).

Leia mais sobre inflação

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.