Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Inflação para baixa renda desacelera mais, diz IBGE

A inflação medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC), que abrange a camada de renda mais baixa da população brasileira, ficou em 0,21% em agosto ante 0,58% em julho, informou hoje o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas (IBGE).

Agência Estado |

Com o resultado, até agosto, o INPC acumula alta de 5,09% no ano e de 7,15% nos últimos 12 meses. Segundo o instituto, a desaceleração do INPC foi mais forte que a do IPCA porque os alimentos têm mais peso para a população de renda de um a seis salários mínimos (R$ 415 a R$ 2.490). Os alimentos tiveram deflação de 0,42% no INPC de agosto, ante alta de 1,09% em julho.

No IPCA, os produtos alimentícios registraram deflação de 0,18% em agosto, ante uma alta de 1,05% em julho, informou o IBGE. Por outro lado, os produtos não alimentícios aceleraram a alta para 0,42% em agosto, ante 0,38% em julho. O IPCA refere-se às famílias com renda de um a 40 salários mínimos (R$ 415 a R$ 16.600).

Leia tudo sobre: baixa rendainflaçãoinpcipca

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG