O índice de preços ao consumidor na China (CPI, na sigla em inglês), que mede a inflação no varejo, caiu 1,6% em fevereiro, em comparação com o mesmo período do ano passado. Esta foi a primeira queda do índice em mais de seis anos.

A última vez que o índice apresentou declínio foi em dezembro de 2002, quando diminuiu 0,4%.

O resultado ficou em linha com as estimativas dos analistas, que esperavam um recuo de 1,5%. Em janeiro, o CPI teve alta de 1%.

Atacado

O índice de preços ao produtor na China (PPI, na sigla em inglês) da China, que mede a inflação no atacado, apresentou queda de 4,5% em fevereiro, em comparação com igual período de 2008, superando o declínio de 3,3% em janeiro, informou hoje o Escritório Nacional de Estatísticas. A queda do PPI no mês passado, a terceira consecutiva, foi maior que o recuo de 4,2% previsto pelos economistas.

Deflação

As quedas dos índices de preços chineses no atacado e no varejo em fevereiro não indicam deflação - prolongado declínio de preços em geral, disse o Escritório Nacional de Estatísticas.

Segundo o instituto, no varejo, a queda foi acentuada pelo calendário de férias da semana do ano-novo Lunar, um período de maiores gastos. Este ano, o ano-novo Lunar foi em janeiro, enquanto no ano passado ocorreu em fevereiro.

Além disso, o declínio do CPI no mês passado foi devido também à queda dos preços internacionais das matérias-primas (commodities). As informações são da Dow Jones.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.