Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Inflação em São Paulo sobe em setembro

IPC-Fipe tem alta de 0,53% no mês, puxado pelo aumento de preços de alimentos e vestuário

AE |

selo

O Índice de Preços ao Consumidor (IPC), apurado pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe), encerrou o mês de setembro com alta de 0,53%, depois de ter subido 0,17% em agosto. O indicador que mede a inflação da cidade de São Paulo ficou acima do teto das estimativas do AE Projeções, que iam de 0,33% a 0,52%, com mediana de 0,45%. O IPC acelerou também em relação à terceira quadrissemana de setembro, quando ficou em 0,35%.

Os preços do grupo Habitação haviam subido 0,27% em agosto, aceleraram para 0,31% na terceira quadrissemana de setembro e fecharam o mês com alta de 0,34%. No grupo Alimentação, os preços passaram de uma deflação de 0,15% em agosto para uma alta de 1% na terceira prévia de setembro e de 1,57% no encerramento do mês. O grupo Transportes havia registrado alta de 0,35% em agosto, deflação de 0,06% na terceira quadrissemana do mês passado e deflação de 0,02% no último levantamento. No grupo Despesas Pessoais, os preços subiram 0,08% em agosto, desaceleraram 0,08% na terceira prévia de setembro e fecharam o mês com alta de 0,19%.

O grupo Saúde teve alta de 0,46% em agosto; desacelerou para 0,23% na terceira quadrissemana de setembro e para 0,19% no encerramento do mês. Em Vestuário, os preços haviam subido 0,24% em agosto, aceleraram para 0,44% na terceira pesquisa de setembro e para 0,54% no fechamento do mês. Finalmente, em Educação os preços subiram 0,06% em agosto; 0,02% na terceira prévia de setembro e, de novo, 0,06% no último levantamento.

Veja como ficaram os grupos que compõem o IPC:

Habitação: 0,34%

Alimentação: 1,57%

Transportes: -0,02%

Despesas Pessoais: 0,19%

Saúde: 0,19%

Vestuário: 0,54%

Educação: 0,06%

Geral: 0,53%

Leia tudo sobre: IPC-FipeFipeinflaçãoalimentação

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG