Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Inflação em 2008 na construção é a maior em 5 anos

SÃO PAULO - A inflação na construção civil em 2008, medida pelo Índice Geral de Preços - Disponibilidade Interna (IGP-DI), foi de 11,87%, a mais intensa desde 2003, quando os preços no setor avançaram 14,42%. Para o coordenador de Análises Econômicas da Fundação Getúlio Vargas (FGV) Salomão Quadros, esse resultado reflete o cenário extremamente aquecido no setor, no mercado interno brasileiro no ano passado. Foi um ano muito movimentado para a construção, comentou Quadros.

Agência Estado |

Ele afirmou que o aumento de preços no setor foi mais concentrado na alta de materiais, cujos preços subiram 16,24% em 2008, após registrarem alta de 5,66% em 2007.

Somente o preço do aço para a construção subiu 46,03% em 2008, a mais intensa elevação desde o Plano Real em 1994, superando ainda a alta de 43,98% registrada nos preços do produto em 2004, ano que ficou conhecido como o do "choque siderúrgico" (época em que os preços dos produtos siderúrgicos dispararam no atacado).

Entretanto, ele admitiu que esse cenário verificado para o setor em 2008 pode ser considerado um "canto do cisne". Em dezembro, a trajetória de preços na construção assumiu trajetória contrária, influenciada pelo impacto da atual crise global - que reduziu a oferta de crédito e afetou o fornecimento de capital de giro para projetos.

Com a menor demanda, em dezembro, os preços na construção subiram apenas 0,17%, a taxa mais baixa registrada desde setembro de 2006 (0,11%). O preço do aço para a construção no último mês do ano caiu 0,66%, após já ter registrado queda de 0,56% em novembro.

Leia tudo sobre: construção

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG