Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Inflação e petróleo voltam a derrubar bolsas asiáticas

O temor com a inflação e os efeitos nefastos da alta do petróleo continuam afetando os mercados em geral, e na Ásia não foi diferente. Com apenas uma exceção (China), as Bolsas da região fecharam com perdas, quase todas por motivos bastante semelhantes.

Agência Estado |

 

Na Bolsa de Hong Kong, o índice Hang Seng teve queda de 1,8% e fechou aos 21,704.45 pontos.

As Bolsas da China tiveram desempenho inverso aos dos demais mercados asiáticos. Mas preocupações sobre uma desaceleração econômica anularam os efeitos dos comentários positivos sobre o mercado acionário feitos pela agência oficial de notícias Xinhua. O índice Shanghai Composto ficou estável e fechou aos 2.651,73 pontos. Já o Shenzhen Composto subiu 1,1% e encerrou aos 784,89 pontos. Yuan - Vendas de posições em dólar por parte de vários bancos chineses no final da sessão empurraram o yuan para alta recorde ante a unidade americana. No mercado de balcão, o dólar encerrou aos 6,8530 yuans, ante os 6,8561 yuans de terça-feira.

O mercado de ações teve forte queda na Coréia do Sul, à medida que o temor inflacionário faz crescer a preocupação de que o Banco da Coréia venha a aumentar as taxas de juros, impactando negativamente a já desacelerada economia. O índice Kospi da Bolsa de Seul teve queda de 2,6% e fechou aos 1.623,60 pontos. Em Taiwan, o índice Weighted da Bolsa de Taipé cedeu 0,73% e fechou aos 7.353,86 pontos. Com o fantasma da alta nos preços dos combustíveis e o medo quanto ao crescimento da inflação doméstica, o mercado filipino registrou queda. O índice PSE Composto, da Bolsa de Manila, caiu 0,88% e fechou aos 2.393,90 pontos. O mercado australiano teve seu quarto dia consecutivo de quedas. O índice S&P/ASX 200 da Bolsa de Sydney teve baixa de 0,9% e fechou aos 5.094,80 pontos. As ações da Rio Tinto fecharam em queda de 3,8%, enquanto as da BHP Billiton caíram 3.4%.

A Bolsa de Cingapura fechou estável, uma vez que os investidores refletiram sobre como a força da estagflação pode afetar os ganhos das empresas. O índice Straits Times teve ligeira queda de 0,02% e fechou aos 2.906,23 pontos. O mercado indonésio também terminou estável. Realizações de lucros em papéis do setor mineral erodiram ganhos da área financeira. O índice composto da Bolsa de Jacarta recuou 0,01% e fechou aos 2.378,47 pontos. Na Tailândia, o mercado encerrou a segunda semana de baixa, por conta das preocupações com a inflação. O índice SET da Bolsa de Bangcoc perdeu 1,1% e fechou aos 760,01 pontos. O mercado malaio encerrou em novo recorde de baixa deste ano por conta de preocupações com a incerteza política doméstica e temores sobre a alta da inflação. O índice composto de cem blue chips da Bolsa de Kuala Lumpur caiu 1,8% e fechou aos 1.153,70 pontos.

Leia mais sobre Bolsa de valores

Leia tudo sobre: bolsa de valores

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG