Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Inflação é passageira e deve convergir para meta em 2009, nota Mantega

SÃO PAULO - Assim como o presidente do Banco Central (BC), Henrique Meirelles, o ministro da Fazenda, Guido Mantega, afirmou hoje que a inflação no Brasil deve convergir para a meta de 4,5% já a partir de 2009. Ele não detalhou em que trimestre. A inflação não veio para ficar. É passageira, disse.

Valor Online |

O processo inflacionário, segundo Mantega, é global e atinge o Brasil principalmente pelos preços internacionais de alimentos, metais e petróleo refinado. O ministro acredita que o Brasil, assim como outros emergentes, foi mais afetado pela alta dos preços porque essas economias estavam muito aquecidas desde o ano passado.

De fato, a demanda doméstica aqueceu um pouco além do que seria desejado para nosso nível de crescimento, disse Mantega, ressalvando, no entanto, que a inflação está sob controle.

Para ele, a alta de preços já alcançou o topo e há sinalização de uma desaceleração, a exemplo do que vem acontecendo com os preços do petróleo nas últimas semanas.

Além disso, Mantega acredita que o fato de os investimentos produtivos no Brasil continuarem em ascensão garante a perspectiva de aumento da oferta de produtos alimentícios e uma espécie de oportunidade para o país ampliar suas exportações.

Embora tenha elogiado a política monetária do Banco Central (BC), ele ressalvou que a elevação da taxa Selic é uma situação momentânea e que medidas fiscais, como o aumento do superávit primário, são ferramentas preferíveis ao aumento do juro já que este pesa sobre a despesa da dívida brasileira. Atualmente, a taxa básica de juro está em 13% ao ano, elevada em 0,75 ponto percentual ao fim do encontro realizado em 23 de julho.

Nesta manhã, Mantega afirmou que, se for necessário, o governo está pronto para fazer um esforço maior na economia para pagamento de juro.

(Bianca Ribeiro | Valor Online)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG