Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Inflação da Eurozona cai para 3,2%, a mais baixa desde janeiro

Bruxelas, 14 nov (EFE).- Os preços permaneceram estáveis na Eurozona em outubro, o que deixou a taxa anualizada de inflação em 3,2%, 0,4 ponto percentual a menos que em setembro e seu ponto mais baixo desde janeiro, indicam as informações divulgadas hoje pelo Eurostat, escritório estatístico da União Européia (UE).

EFE |

No conjunto da UE, os preços também não aumentaram em outubro, de forma que a inflação anualizada aumentou 3,7%, 0,5 ponto percentual a menos que em setembro.

Há um ano, a inflação na zona do euro estava em 2,6%, enquanto nos 27 países-membros era de 2,7%.

Os Estados-membros onde os preços se mantiveram mais moderados foram Holanda, Portugal e Alemanha, todos eles com um avanço anualizado de 2,5%. A inflação também não se desacelerou na Espanha em outubro, acumulando alta em 12 meses de 3,6% (um ponto a menos que no mês anterior).

Os maiores aumentos foram registrados na Letônia (13,7%), na Bulgária (11,2%) e na Lituânia (10,7%).

Em relação a setembro, a inflação anualizada diminuiu em 24 países do bloco econômico, aumentou em dois e se manteve estável em um.

Por setores, as maiores altas de preços na eurozona aconteceram em habitação (5,9%), alimentos (4,7%) e transporte (3,7%).

As altas mais moderadas foram as de lazer e cultura e vestuário (ambos de 0,2%), enquanto as de comunicações ficaram 2,2% mais baratas.

Por produtos, o maior impacto sobre a inflação anualizada foi o aumento do preço do gás (0,25 ponto percentual), seguido pelos combustíveis líquidos (0,14 ponto) e pelos combustíveis para transporte (0,12 ponto).

Os bens e serviços que compensaram parcialmente a alta foram as telecomunicações (-0,17 ponto percentual), os automóveis (-0,13) e o vestuário (-0,12).

Em termos mensais, a principal alta foi registrada no vestuário (3,3%), enquanto transporte (-1,8%), lazer e cultura (-0,3%) contribuíram para moderar a alta.

Em particular, os bens que mais impulsionaram o aumento mensal dos preços foram vestuários (0,17 ponto percentual), gás e calçados (0,05 pontos cada um). Os que acentuaram a queda foram os combustíveis para transporte (-0,33 pontos) e líquidos (-0,08).

Taxas de inflação em outubro de 2008, em termos anualizados, na eurozona e na UE e cada um de seus Estados-membros, em porcentagem, na ordem crescente: ZONA DO EURO 3,2 UE 3,7 Holanda 2,5 Alemanha 2,5 Portugal 2,5 Irlanda 2,7 França 3,0 Áustria 3,0 Itália 3,6 Espanha 3,6 Luxemburgo 3,9 Grécia 4,0 Finlândia 4,4 Bélgica 4,8 Chipre 4,8 Eslovênia 4,8 Malta 5,8 ----------------- Suécia 3,4 Dinamarca 3,8 Polônia 4,0 Eslováquia 4,2 Hungria 5,1 R.Unido 5,2 R.Tcheca 5,7 Romênia 7,4 Estônia 10,1 Lituânia 10,7 Bulgária 11,2 Letônia 13,7 EFE ahg/fh/jp

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG