Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Inflação cai a seu nível mais baixo em 9 meses na Eurozona

A inflação voltou a cair na zona euro e ficou em 3,2% no mês de outubro, seu nível mais baixo dos últimos nove meses por causa da queda do preço do petróleo e a forte desaceleração econômica.

AFP |

Este novo retrocesso da inflação, que era de 3,6% em setembro, deverá animar o Banco Central Europeu (BCE) a reduzir suas taxas de juros para reativar a economia do Velho Continente ameaçada por recessão.

A inflação chegou a um recorde de 4% em junho e julho, apesar de, a partir de agosto, ter começado a retroceder, a 3,8%, e depois a 3,6%, em setembro.

A baixa para 3,2% em outubro não é tão importante como esperavam os analistas, que previam 3,1%.

Em nível nacional, a Espanha foi um dos países em que o índice de preços ao consumidor retrocedeu com mais força, passando de 4,6% em setembro a 3,6% em outubro.

Na Alemanha, primeira economia da zona euro (15 países), a inflação desacelerou a 2,4% em outubro, contra 2,9% no mês anterior.

Se uma parte da queda da inflação responde à queda dos preços da energia, a outra se deve à degradação da economia, com uma recessão que se anuncia na Europa depois da crise financeira.

A transformação da crise financeira em recessão econômica na zona euro deve ser oficialmente confirmada nos próximos dias, quando o instituto europeu de estatísticas Eurostat publicar as cifras para o terceiro trimestre de 2008.

Apesar de a Comissão Européia já admitir que esta situação afetará o setor trabalhista, o índice de desemprego na Eurozona se manteve estável no mês de setembro, em 7,5%, segundo dados publicados nesta sexta pelo Eurostat.

bur-mar/cn-lm

Leia tudo sobre: eurozona

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG