Tamanho do texto

Por Simon Rabinovitch e Shen Yan PEQUIM (Reuters) - A inflação na China caiu para o menor patamar em 17 meses, atingindo 4 por cento em outubro, o que ressalta que os formuladores de política monetária não precisam se preocupar com pressões sobre preços e pode focar todos os seus esforços para fortalecer o crescimento econômico do país.

A taxa de variação do índice de preços ao consumidor, divulgado nesta terça-feira pela agência nacional de estatísticas, ficou abaixo da alta de 4,6 por cento registrada no acumulado do ano até setembro e menor do que as estimativas, que apontavam para uma valorização de 4,2 por cento. Foi o sexto mês de queda consecutiva do índice.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.