Índice subiu de 53,7 pontos em setembro para 54,6 em outubro, o menor nível em oito meses

selo

A produção do setor de manufatura da zona do euro cresceu em outubro ao ritmo mais acelerado em três meses, com Espanha e Irlanda apresentando expansão na atividade. Na Grécia, entretanto, a produção segue em contração.

O índice dos gerentes de compras do setor de manufatura da zona do euro do Markit, que avalia o desempenho industrial do setor privado com base em uma pesquisa junto a três mil empresas de manufatura, subiu para 54,6 em outubro, de seu menor nível em oito meses de 53,7 em setembro. Variações acima de 50 indicam expansão da atividade e abaixo disso, contração.

Economistas ouvidos pela Dow Jones esperavam que o índice ficasse inalterado em relação à prévia do índice de 54,1, divulgada em 21 de outubro.

O economista-chefe da Markit, Chris Williamson, disse que os números mostraram que o setor de manufatura permanece como importante condutor da recuperação econômica na zona do euro, com as exportações alimentando o crescimento no início do quarto trimestre do ano.

O índice dos gerentes de compras de atividade no setor de manufatura da Irlanda subiu para 50,9 em outubro, de 48,4 em setembro, e da Espanha avançou para 51,2 em outubro, de 49,6 em setembro.

A Alemanha foi novamente o país com o melhor registro na zona do euro, com o índice subindo para 56,6 em outubro, de 55,1 em setembro. As informações são da Dow Jones.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.