O vice-presidente da União Industrial Paraguaia (UIP), Eduardo Felippo, declarou que o Paraguai deveria abandonar o Mercosul e ir atrás de negociações bilaterais com países de fora do bloco, como os Estados Unidos.

"O Paraguai deveria dizer que o Mercosul, em 18 anos, não lhe serve para nada. Causou mais prejuízos que benefícios", afirmou Felipo ao jornal ABC.

O empresário reagiu irritado a um entrave tarifário brasileiro aos 60% de suas importações e que consiste numa licença prévia para que se exporte para esse país.

"Trata-se de uma medida protecionista para desestimular as importações brasileiras", explicou.

As duras críticas contra a medida, procedentes também do Uruguai, mudaram a opinião das autoridades brasileiras, que decidiram suspender sua aplicação.

"O governo do Brasil decidiu eliminar a licença prévia com a qual quer transmitir tranqüilidade ao setor empresarial não apenas do Brasil, como também do Mercosul e outras regiões", afirmou à imprensa o embaixador brasileiro em Assunção, Eduardo dos Santos.

hro/cn-lm

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.