Tamanho do texto

RIO - A indústria puxou o consumo de energia no país em março, quando o país utilizou 35,3 mil gigawatts-hora (GWh), um crescimento de 9,3% frente aos 32,3 mil GWh de igual período do ano passado. No setor industrial foram consumidos 15 mil GWh, no mais alto patamar desde novembro de 2008 e 12% acima dos 13,3 mil GWh de março do ano passado. Os dados constam da Resenha Mensal do Mercado de Energia Elétrica, divulgada hoje pela Empresa de Pesquisa Energética (EPE), para quem os resultados da indústria são"uma evidência da recuperação da atividade setorial como um todo". No primeiro trimestre, o consumo de energia no país atingiu 103 mil GWh, 9,6% acima dos 94 mil GWh dos três primeiros meses de 2009. Neste período, o crescimento industrial foi o mais expressivo, atingindo 43,2 mil GWh, 13% a mais que os 38,2 mil GWh do primeiro trimestre do ano passado.

RIO - A indústria puxou o consumo de energia no país em março, quando o país utilizou 35,3 mil gigawatts-hora (GWh), um crescimento de 9,3% frente aos 32,3 mil GWh de igual período do ano passado. No setor industrial foram consumidos 15 mil GWh, no mais alto patamar desde novembro de 2008 e 12% acima dos 13,3 mil GWh de março do ano passado. Os dados constam da Resenha Mensal do Mercado de Energia Elétrica, divulgada hoje pela Empresa de Pesquisa Energética (EPE), para quem os resultados da indústria são"uma evidência da recuperação da atividade setorial como um todo". No primeiro trimestre, o consumo de energia no país atingiu 103 mil GWh, 9,6% acima dos 94 mil GWh dos três primeiros meses de 2009. Neste período, o crescimento industrial foi o mais expressivo, atingindo 43,2 mil GWh, 13% a mais que os 38,2 mil GWh do primeiro trimestre do ano passado. Entre as demais classes, o consumo residencial subiu 7,8% em março, para 9,1 mil GWh, enquanto no primeiro trimestre houve alta de 8,2%, para 27,3 mil GWh. Nos estabelecimentos comerciais, o consumo em março foi de 6,1 mil GWh, 8% maior que os 5,6 mil GWh de igual mês do ano passado. No primeiro trimestre, o consumo foi de 17,9 mil GWh, 8,4% superior aos 16,5 mil GWh do período janeiro-março de 2009. "Apesar de afetadas pela base de comparação baixa do ano passado, as estatísticas de março de 2010 confirmam a tendência já observada nos meses anteriores de recuperação expressiva do nível de atividade na indústria e de robustez na expansão do consumo das famílias e do setor terciário", diz a nota divulgada pela EPE. (Rafael Rosas | Valor)
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.