Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Indústria de base do setor sucroalcooleiro quer redução de jornada

Ribeirão Preto, SP, 20 - O Centro Nacional das Indústrias do Setor Sucroalcooleiro e Energético (Ceise BR), que reúne as companhias de base do setor de açúcar e álcool, irá apresentar amanhã ao Sindicato dos Metalúrgicos de Sertãozinho, Ribeirão Preto e Região proposta de redução da jornada de trabalho de 44 horas para 40 horas semanais e de 9% nos salários. A medida, de acordo com o presidente do Ceise BR, Mario Garrefa, visa minimizar os impactos da crise econômica nas empresas da região paulista, principal polo metalúrgico do setor sucroalcooleiro do País.

Agência Estado |

"A proposta está prevista na CLT (Consolidação das Leis do Trabalho) para durar três meses, prorrogada por mais três", justificou.

Segundo Garrefa, a proposta incluiria ainda o fim das horas extras e a utilização dos bancos de horas, já existentes em algumas empresas, para compensar eventuais períodos de férias pela falta de encomendas. O acordo será proposto em uma reunião com o presidente do Sindicato dos Metalúrgicos, Elio Candido. Já na quinta-feira, outro encontro, na Prefeitura de Sertãozinho (SP), também deve discutir o assunto.

O presidente do Ceise BR afirmou ainda que se houver entendimento a proposta seria aplicada a partir de março, época em que as empresas do setor reduzem as operações após fazerem a manutenção nas usinas. Entre janeiro e março, durante a entressafra da cana-de-açúcar, o ritmo de produção das metalúrgicas é alto. "Até agora a situação está tranquila, já que as indústrias estão trabalhando na manutenção das usinas", afirmou Garrefa.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG