Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Índice que reajusta aluguel recua a 0,38% em novembro

O Índice de Geral de Preços do Mercado (IGP-M), medido pela Fundação Getúlio Vargas (FGV), subiu 0,38% em novembro. Apesar da elevação, o número representa forte desaceleração se comparado com a alta de 0,98% em outubro.

Agência Estado |

A taxa ficou levemente abaixo das estimativas dos analistas, que esperavam um resultado entre 0,39% e 0,67%.

Os três indicadores que compõem o IGP-M - Índice de Preços por Mercado (IPA), Índice de Preços ao Consumidor (IPC) e Índice Nacional de Custo de Construção (INCC) - também tiveram alta em novembro. O IPA subiu 0,30%, após alta de 1,24% em outubro. Por sua vez, o IPC apresentou alta de 0,52% em novembro, em comparação com o 0,25% de outubro. Já o INCC apresentou taxa positiva de 0,65% em novembro, ante alta de 0,85% em outubro.

A taxa acumulada do índice é muito usada para cálculo de reajustes nos preços de contratos de aluguel. Até novembro, o IGP-M acumula elevação de 9,95% no ano e de 11,88% em 12 meses. Os preços dos produtos agrícolas caíram 0,96% em novembro após apresentarem alta de 0,48% em outubro, no âmbito do IGP-M. Segundo a fundação, ainda no atacado, os preços dos produtos industriais registraram avanço de 0,75% em novembro, em comparação com a alta de 1,52% em outubro.

Dentro do Índice de Preços por Atacado segundo Estágios de Processamento (IPA-EP), que permite visualizar a transmissão de preços ao longo da cadeia produtiva, os preços dos bens finais subiram 0,06% em novembro, ante 0,64% em outubro. Por sua vez, os preços dos bens intermediários aumentaram 0,39% em novembro após subirem 1,14% no mês passado. Já os preços das matérias-primas brutas apresentaram avanço de 0,42% em novembro, ante 2,09% no mês passado.

Até novembro, o IPA, que representa 60% do IGP-M, acumula alta de 11,31% e de 13,94% em 12 meses. No varejo, o IPC acumula elevações de 5,45% no ano e de 6,16% em 12 meses. Na construção civil, o INCC acumulou altas de 11,75% no ano e de 12,24% em 12 meses até novembro.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG