Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Índice futuro sugere abertura em baixa na Bovespa

SÃO PAULO - Depois de dois dias de valorização, a Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) pode passar por uma correção de preço nesta quinta-feira. A possibilidade é dada pelo mercado futuro, onde o Ibovespa com vencimento em fevereiro caía 0,37%, para 40.

Valor Online |

150 pontos.

Em Wall Street, os índices futuros operam sem tendência definida. Os investidores aguardam os dados sobre a produtividade do trabalhador, pedidos por seguro-desemprego e encomendas à indústria.

No âmbito corporativo, o Deutsche Bank apontou prejuízo de 4,8 bilhões de euros (US$ 6,1 bilhões) para o quarto trimestre. Já o Santander teve lucro de 1,94 bilhão de euro, queda de 22% no comparativo anual. Ontem à noite, a operadora de meios de pagamento Visa anunciou ganho de US$ 574 milhões no trimestre, alta de 35%.

Ainda no setor financeiro, a Swiss Re anunciou que planeja levantar 5 bilhões de francos suíços (US$ 4,3 bilhões), incluindo 3 bilhões de francos da Berkshire Hathaway, firma de investimentos de Warren Buffett.

No campo político, o plano de estímulo proposto pelo presidente Barack Obama fica cada vez maior. Os senadores adicionaram corte de impostos para aqueles que estão comprando imóveis. Com isso, plano já passa de US$ 900 bilhões.

Na Europa, o Banco da Inglaterra (BoE) cortou o custo do dinheiro em 0,5 ponto, para 1% ao ano, conforme o esperado. Em breve, sai a decisão do Banco Central Europeu (BCE) e a expectativa é de manutenção da taxa básica de juros em 2% ao ano
Nas bolsas, o pregão é instável. Londres tenta reverter as perdas da abertura, apontando alta de 0,10%. Já em Frankfurt, o Xetra-DAX recuava 0,53%
No mercado de commodities, o barril de WTI se segurava acima dos US$ 40. No câmbio, o dólar avançava sobre o iene e sobre o euro. Por aqui, a moeda norte-americana também operava em alta. Há pouco, o dólar comercial valia R$ 2,313 na venda, ganho de 0,21%.

A quarta-feira foi de valorização na Bovespa, que superou a instabilidade externa apoiada nas ações da Vale e das siderúrgicas. Ao fim do pregão, o Ibovespa apontava alta de 0,96%, aos 40.129 pontos. Destaque para o giro financeiro de R$ 5,58 bilhões.

Já em Wall Street, a queda acentuada nas ações do Bank of America minaram o humor do investidor, resultando em queda de 1,51% para o Dow Jones. A bolsa eletrônica Nasdaq perdeu 0,08%.

Na Ásia, a quinta-feira acabou com perda de 1,11% na Bolsa de Tóquio. Seul teve baixa de 1,46%. Xangai caiu 0,46%.

(Eduardo Campos | Valor Online)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG