SÃO PAULO - Depois de quatro dias seguidos de valorização, a Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) pode passar por correção de preço nesta quinta-feira. A sinalização vem do mercado futuro, onde o Ibovespa com vencimento em fevereiro caía 1,04%, para 40.

080 pontos.

Dia de baixa também se desenha em Wall Street, com os investidores aproveitando fracos resultados corporativos para embolsar os ganhos recentes. Ontem à noite, a Starbucks apresentou lucro abaixo do esperado e anunciou que planeja fechar 300 lojas e se livrar de 7 mil empregados. Instantes atrás, a Ford anunciou prejuízo de US$ 5,9 bilhões para o quatro trimestre, fechando 2008 com perda de US$ 14,6 bilhões, pior resultado em seus 105 anos de história. Ainda hoje saem os números da 3M Company, Amazon.com e Chubb Corp.

A agenda norte-americana ainda reserva os pedidos por bens duráveis, vendas de imóveis novos e os pedidos semanais por seguro-desemprego.

No campo político, ontem, os congressistas norte-americanos aprovaram o plano de US$ 819 bilhões da administração Barack Obama. O projeto agora vai para o Senado.

Na Europa, o dia é de perda com os bancos e empresas de commodities puxando as vendas. Em Londres, o FTSE-100 recuava 1,98%. Em Frankfurt, o Xetra-DAX caía 1,21%. Entres as empresas que apresentaram resultados na região, a Royal Dutch Shell fechou o trimestre com prejuízo de US$ 2,8 bilhões, com a baixa no preço do petróleo tirando valor dos estoques. Descontado tal efeito, o lucro seria de US$ 4,79 bilhões.

No mercado de commodities, o petróleo aponta para baixo. Entre as moedas o dólar ganha sobre o euro e tem leve baixa contra o iene. Por aqui, a divisa norte-americana ensaiou alta na abertura, mas voltou a perder valor de forma acentuada. Há pouco, o dólar caía 0,92%, para R$ 2,254 na venda. Ainda hoje, o Banco Central (BC) realiza leilão de venda de dólares com compromisso de recompra (leilão de linha).

No pregão de ontem, a euforia deu o tom dos negócios depois que saíram notícias de que governo dos EUA estuda um novo plano de resgate para os bancos, que teriam suas carteiras saneadas pela compra dos ativos podres por um " bad bank " .

O secretário do Tesouro dos Estados Unidos, Timothy Geithner, confirmou que o governo vai divulgar " em breve " um plano para o sistema financeiro, mas não confirmou se haverá compra de ativos podres.

A notícia chamou os investidores para ponta compradora e o Ibovespa encerrou o dia com alta de 3,95%, apontando 40.227 pontos. O giro financeiro também foi elevado, somando R$ 4,81 bilhões. Em Wall Street, os ganhos também foram expressivos, com o Dow Jones avançando 2,46%, enquanto o Nasdaq subiu 3,55%.

As bolsas na Ásia refletiram, hoje, o bom humor das bolsas ontem. Com isso, Tóquio fechou com alta de 1,79% e Seul avançou 0,74%. No front corporativo, a gigante dos eletrônicos Sony reportou uma queda de 95% no lucro do terceiro trimestre fiscal e reafirmou a previsão de prejuízo para todo o ano fiscal que encerra em março. Este será o primeiro resultado negativo em 14 anos.

(Eduardo Campos | Valor Online)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.