LONDRES (Reuters) - As bolsas de valores da Europa fecharam em baixa nesta terça-feira, com o setor bancário em queda por preocupações sobre a exposição da indústria financeira à Dubai World, enquanto bancos gregos foram golpeados por um rebaixamento da Grécia por parte da Fitch. O índice FTSEurofirst 300, que mede o desempenho das principais ações do continente, caiu 1,52 por cento, a 1.005 pontos, na mínima em uma semana.

"Investidores têm lembrado que há muitas questões --a Dubai World e o rebaixamento da Grécia--, o que sugere que há muitos elementos potencialmente negativos", disse o economista Peter Dixon, da Commerzbank.

O setor bancário foi o que mais tirou pontos do índice europeu de ações. National Bank of Greece e EFG Eurobank cederam 9,9 e 6,5 por cento, respectivamente.

O segmento também sofreu pressão depois que operadores citaram uma notícia sobre o tamanho das perdas que a Nakheel, unidade da Dubai World, está enfrentando. HSBC, Barclays, Santander e BNP Paribas recuaram entre 1,1 e 2,7 por cento.

As ações de empresas ligadas a commodities caíam em linha com o retrocesso dos preços futuros do petróleo e dos metais.

Em LONDRES, o índice Financial Times fechou em baixa de 1,65 por cento, a 5.223 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX caiu 1,66 por cento, para 5.688 pontos.

Em PARIS, o índice CAC-40 perdeu 1,43 por cento, a 3.785 pontos.

Em MILÃO, o índice Ftse/Mib teve desvalorização de 1,69 por cento, para 22.404 pontos.

Em MADRI, o índice Ibex-35 retrocedeu 1,69 por cento, para 11.808 pontos.

Em LISBOA, o índice PSI20 encerrou em queda de 1,26 por cento, para 8.231 pontos.

(Por Joanne Frearson)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.