Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Índice europeu de ações termina estável; farmacêuticas caem

LONDRES - O índice das principais ações européias fechou praticamente estável nesta quarta-feira. Papéis de farmacêuticas tiveram desempenho fraco após a Comissão Européia adotar um pacote de reformas para o setor, enquanto os de mineradoras subiram liderados pela Rio Tinto. O índice FTSEurofirst 300 das principais ações européias registrou variação positiva de 0,03%, a 860 pontos. O indicador perdeu cerca de 43 por cento até agora no ano.

Reuters |

"Nós estamos numa situação em que o mercado não está fazendo muito... Temos um mercado no meio de uma recessão e não há uma notícia forte que dê uma direção em particular", disse Peter Dixon, estrategista do Commerzbank.

GlaxoSmithKline, Novartis, AstraZeneca e Sanofi-Aventis tiveram queda entre 0,8% e 2,8%.

As ações de mineradoras tiveram os maiores ganhos do índice. Rio Tinto decolou 20% após o grupo, afetado por quase US$ 40 bilhões em dívida, informou que demitirá 13% da força de trabalho, cortará gastos em mais da metade e venderá ativos para enfrentar a queda no preço de commodities.

Anglo American, Antofagasta, Xstrata e BHP Billiton também se valorizaram.

Em LONDRES, o índice Financial Times fechou em queda de 0,32%, a 4.367 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX avançou 0,54%, para 4.804 pontos.

Em PARIS, o índice CAC-40 subiu 0,68%, para 3.320 pontos.

Em MILÃO, o índice Mibtel encerrou em alta de 1,11%, a 15.388 pontos.

Em MADRI, o índice Ibex-35 registrou alta de 0,99%, para 9.152 pontos.

Em LISBOA, o índice PSI20 teve queda de 0,54%, para 6.194 pontos.

(Reportagem de Joanne Frearson)

Leia tudo sobre: bolsa de valores

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG