Tamanho do texto

SÃO PAULO - O índice de preços ao produtor na China avançou 10% em julho na comparação com um ano antes. Em junho, o acréscimo foi de 8,8% na base anual. A marca mais recente é a mais elevada desde 1996.

O pesquisador do Centro de Pesquisa e Desenvolvimento do Conselho de Estado da China, Zhang Liqun, atribuiu o aumento à demanda cada vez maior por matérias-primas e aos preços mais altos das commodities no mercado internacional.

Pelo levantamento do Departamento Nacional de Estatísticas chinês, de janeiro a julho, a inflação no atacado foi de 8%. Os preços das matérias-primas, combustível e energia subiram 11,7%.

(Juliana Cardoso | Valor Online, com agências internacionais)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.