SÃO PAULO - Dados preliminares do Departamento Federal de Estatísticas do país (Destatis) mostram que o índice de preços ao consumidor na Alemanha avançou 1% em abril, na comparação com o mesmo mês do ano passado. A inflação em abril continuou a ser pressionada pelos preços do óleo para aquecimento, do petróleo e do diesel, embora tenha ocorrido uma queda nos preços do gás natural. Já no confronto com março, a inflação ao consumidor registrou recuo de 0,1%. Naquele mês, o indicador atingiu 1,1%, na comparação anual, a maior alta desde dezembro de 2008.

SÃO PAULO - Dados preliminares do Departamento Federal de Estatísticas do país (Destatis) mostram que o índice de preços ao consumidor na Alemanha avançou 1% em abril, na comparação com o mesmo mês do ano passado. A inflação em abril continuou a ser pressionada pelos preços do óleo para aquecimento, do petróleo e do diesel, embora tenha ocorrido uma queda nos preços do gás natural. Já no confronto com março, a inflação ao consumidor registrou recuo de 0,1%. Naquele mês, o indicador atingiu 1,1%, na comparação anual, a maior alta desde dezembro de 2008. Por sua vez, em fevereiro e em janeiro deste ano, a taxa anual foi positiva em 0,6% e 0,8%, respectivamente. (Karin Sato | Valor, com agências internacionais)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.