Tóquio, 27 nov (EFE).- O Índice de Preços ao Consumidor (IPC) do Japão caiu 2,2% em outubro frente ao mesmo mês do ano anterior, no oitavo mês consecutivo de deflação, informou hoje o Governo japonês.

A queda do IPC em outubro, que segue as previsões dos analistas, foi divulgada uma semana depois que o Governo japonês admitisse que a deflação é a grande ameaça para a incipiente recuperação da economia japonesa.

O IPC nacional, que exclui os preços dos alimentos perecíveis por sua excessiva volatilidade, ficou em 100,1 pontos sobre a base fixada de 100 em 2005, segundo o relatório preliminar divulgado pelo Ministério do Interior do Japão.

Na área metropolitana de Tóquio, onde a análise de preços corresponde ao mês de novembro, o IPC caiu 1,9% frente ao mesmo mês do ano passado e ficou em 99,5 pontos.

Os preços na capital japonesa são considerados como um indicador da tendência em todo o país.

O novo retrocesso do IPC em outubro ocorre depois das quedas de 2,3% em setembro e de 2,4% em agosto.

O Governo do Japão reconheceu em novembro, pela primeira vez em três anos, que a economia japonesa enfrenta uma "fase deflacionária suave" que pode pôr em risco sua recuperação. EFE mic/bba

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.