Tamanho do texto

LONDRES (Reuters) - O índice de ações da Europa virou após fechamento preliminar em queda e encerrou a sexta-feira perto da estabilidade. O movimento volátil da sessão foi influenciado por quedas no setor de empresas ligadas à commodities que contrabalançaram ganhos de companhias farmacêuticas. O índice de ações européias FTSEurofirst 300 encerrou com oscilação positiva de 0,03 por cento, depois de ter recuado 0,3 por cento no fechamento preliminar.

As ações da mineradora Xstrata foram as que mais perderam valor, despencando 11,77 por cento, enquanto as da Antofagasta afundaram quase 6 por cento e as da Anglo American registraram perda de 5,45 por cento, em meio à queda nos preços do cobre.

A BHP Billiton teve queda de 7,45 por cento, atingida por rumores de que suas previsões de lucro foram revistas para baixo antes da divulgação dos resultados trimestrais da empresa na próxima semana, disseram operadores. A companhia não comentou o assunto.

As ações de petrolíferas também recuaram. A BP teve baixa de 0,9 por cento e a Royal Dutch Shell teve desvalorização de 3,94 por cento.

Em LONDRES, o índice Financial Times caiu 0,97 por cento, a 4.149 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX reduziu-se em 2,03 por cento, para 4.338 pontos.

Em PARIS, o índice CAC-40 caiu 1,19 por cento, para 2.973 pontos.

Em MILÃO, o índice Mibtel encerrou em queda de 0,78 por cento, a 14.249 pontos.

Em MADRI, o índice Ibex-35 registrou baixa de 0,32 por cento, para 8.450 pontos.

Em LISBOA, o índice PSI20 registrou alta de 0,55 por cento, para 6.438 pontos.