Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Índice de bolsas da Ásia cai por receio sobre aperto na China

Por Kevin Yao CINGAPURA (Reuters) - As bolsas de valores da Ásia operaram em baixa nesta quinta-feira, pressionadas por receios dos investidores sobre medidas de contenção de crédito pela China antes do esperado após forte crescimento nos empréstimos e inflação.

Reuters |

O índice MSCI que acompanha as bolsas da região da Ásia-Pacífico exceto Japão exibia queda de 0,26 por cento, aos 415 pontos, às 8h10 (horário de Brasília). O indicador recuou ante a máxima em sete semanas atingida antes da divulgação dos dados chineses, que mostraram crescimento maior que o esperado na produção fabril e aceleração na inflação ao consumidor para maior nível em 16 meses.

Alguns economistas afirmam que o banco central provavelmente não esperará muito antes de aumentar o compulsório dos bancos pela terceira vez este ano e talvez eleve os juros.

Contudo, as perdas foram contidas pela visão de que o aperto gradual na China terá pouco efeito para reduzir seu crescimento e que a economia da Ásia continuará crescendo.

A bolsa de XANGAI teve leve alta de 0,08 por cento, aos 3.051 pontos, depois de cair ao longo do dia.

O índice Hang Seng da bolsa de HONG KONG também teve ligeira valorização, de 0,09 por cento, a 21.228 pontos.

"Os novos empréstimos de fevereiro ficaram mais altos que o governo gostaria, assim esperamos um novo aumento no compulsório dos bancos em breve, quase certamente este mês", disse Zheng Weigang, chefe de investimento na Shanghai Securities. "Um aumento nos juros terá de esperar até o segundo trimestre, pelo menos."

O índice Nikkei da bolsa de TÓQUIO ignorou a fraqueza na região e subiu 0,96 por cento, com ações de empresas exportadoras como a Sony se aproveitando da queda do iene.

"Os movimentos de investidores estrangeiros e fundos lastreados por investidores domésticos está dominando o mercado agora uma vez que investidores institucionais japoneses não podem agir ativamente porque esse mês é o último mês fiscal no Japão", disse Tsuyoshi Segawa, estrategista Mizuho Securities.

Em CINGAPURA, o mercado ganhou 0,41 por cento, para 2.873 pontos. SYDNEY perdeu 0,12 por cento, para 4.814 pontos.

TAIWAN fechou com baixa de 0,38 por cento, a 7.749 pontos e SEUL caiu 0,34 por cento, a 1.656 pontos.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG