Por Elaine Lies TÓQUIO (Reuters) - Os principais mercados asiáticos atuaram no terreno negativo nesta terça-feira, diante do aumento das incertezas sobre o plano de resgate bancário nos Estados Unidos.

O euro se desvalorizou diante de informações de que bancos russos estão tentando adiar o pagamento de empréstimos. A publicação japonesa Nikkei disse que os bancos russos pedirão para Moscou renegociar com bancos europeus e estrangeiros o adiamento do pagamento de até 400 bilhões de dólares em empréstimos.

"Está começando a parecer que o plano de estímulo econômico será aprovado de uma forma ou outra, mas o resgate bancário é muito importante, e a incerteza está crescendo", disse Takashi Ushio, chefe da área de estratégia de investimento do Marusan Securities.

O índice Nikkei, de TÓQUIO, perdeu 0,3 por cento, a 7.945 pontos, reduzindo os ganhos registrados mais cedo à medida que o iene se valorizou diante do euro com a notícia de reestruturação da dívida russa.

Entretanto, as ações da Nissan saltaram 7,3 por cento após a montadora ter informado na segunda-feira medidas drásticas para lidar com a recessão, como corte 20 mil empregos.

O índice MSCI das principais ações da região Ásia-Pacífico com exceção do Japão se desvalorizou 0,8 por cento.

Já o índice Hang Seng, de HONG KONG, terminou em alta de 0,8 por cento, enquanto as ações da bolsa de XANGAI se valorizaram 1,8 por cento. Em TAIWAN também houve alta, de 0,7 por cento, assim como em CINGAPURA, que subiu 1,25 por cento.

O indicador Kospi de SEUL terminou em baixa de 0,3 por cento, após o governo sul-coreano ter reconhecido pela primeira vez que espera que a quarta maior economia da Ásia pode encolher este ano.

Na Austrália, o principal indicador da bolsa de SYDNEY terminou em baixa de 0,6 por cento.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.