Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Índice de ações da Ásia atinge pior nível em 2 anos

HONG KONG - As ações nos mercados asiáticos caíram para o menor patamar em dois anos na terça-feira, puxadas pelos papéis de empresas exportadoras, diante dos temores que o governo dos Estados Unidos terá que salvar as principais agências hipotecárias do país, desestabilizando ainda mais o setor financeiro.

Reuters |

Às 7h41 (horário de Brasília), o índice MSCI da Ásia Pacífico tinha queda de 1,81%, aos 109 pontos, pior nível desde julho de 2006, acumulando queda de 22% no ano.

As bolsas em Nova York tiveram forte queda na segunda-feira, depois da publicação de um artigo que dizia que o auxílio do governo pode prejudicar os acionistas da Fannie Mae e a Freddie Mac .

'Há um pouco de destaque negativo no que aconteceu no overnight nos Estados Unidos e as commodities também estão um pouco fracas', afirmou Michael Heffernan, estrategista e conselheiro-sênior na Austock Securities em Sydney.

O índice Nikkei da bolsa de Tóquio perdeu 2,28%, aos 12.865 pontos. As ações da varejista de vestuário Fast Retailing e da Canon figuraram entre as maiores perdas.

A bolsa sul-coreana perdeu 1,68%, derrubada pelas ações da gigante Samsung Electronics e da POSCO, quarta maior produtora de aço do mundo.

Em Hong Kong, o índice Hang Seng perdeu 2,13%, para 20.484 pontos.

'O mercado acionário chinês acumula perdas desde o início das Olimpíadas e isso está reduzindo a confiança em setores industriais como os produtores de aço e construtores navais. Há temores também de que a economia chinesa possa não crescer tanto após o fim dos Jogos', afirmou Won Jong-hyuck, analista de mercado na SK Securities, em Seul.

Leia tudo sobre: bolsa de valoresbolsas asiáticas

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG