Tamanho do texto

A Bharti Airtel, a maior operadora de telefonia móvel da Índia por assinantes, confirmou que acertou a compra da maior parte dos ativos africanos da Mobile Telecommunications, do Kuwait, mais conhecida como Zain, em um acordo avaliado em US$ 9 bilhões em dinheiro. O negócio transformará a empresa indiana na quinta maior operadora de telefonia móvel do mundo.

A Bharti Airtel, a maior operadora de telefonia móvel da Índia por assinantes, confirmou que acertou a compra da maior parte dos ativos africanos da Mobile Telecommunications, do Kuwait, mais conhecida como Zain, em um acordo avaliado em US$ 9 bilhões em dinheiro. O negócio transformará a empresa indiana na quinta maior operadora de telefonia móvel do mundo. A transação, o maior acordo cross-border (que envolve empresas ou investidores de capital estrangeiro) da Índia depois da compra da siderúrgica anglo-holandesa Corus pela Tata Steel por US$ 13 bilhões, elevará a base de assinantes da Bharti para cerca de 180 milhões. O negócio também proporcionará à companhia o acesso ao mercado africano de rápido crescimento, onde a média de teledensidade é mais baixa do que na Índia. A Bharti Airtel disse, em comunicado, que comprará os ativos da Zain em 15 países africanos, exceto as unidades no Marrocos e no Sudão. A companhia não forneceu detalhes da estrutura do acordo, mas pessoas familiarizadas com o assunto disseram que a empresa pagará cerca de US$ 9 bilhões em dinheiro e assumirá US$ 1,7 bilhão em dívidas para comprar a Zain. Os representantes das duas companhias não puderam ser contatados para confirmar as informações. A empresa indiana disse, preliminarmente, que pagaria US$ 8,3 bilhões na conclusão do acordo e US$ 700 milhões um ano depois do fechamento do negócio, que depende ainda da aprovação dos acionistas. As informações são da Dow Jones.
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.