Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Índia recua e elogia movimento dos EUA para cortar subsídios

Genebra - O ministro do Comércio da Índia, Kamal Nath, voltou atrás e elogiou a mudança de posição dos Estados Unidos em relação aos subsídios agrícolas. Os EUA propuseram, ontem, durante discussões para tentar destravar a Rodada Doha, reduzir os subsídios agrícolas para US$ 15 bilhões anuais.

Agência Estado |

 

A oferta anterior dos EUA era de diminuir os subsídios para US$ 17 bilhões.

Anteriormente, no entanto, Nath havia criticado a proposta, classificando-a de "inadequada" e afirmando que os países desenvolvidos precisavam propor cortes "reais".

Mas hoje, Nath mudou seu discurso. "Devemos levar em consideração o fato dos EUA estarem se movendo. Até então as negociações estavam emperradas. O fato de que o movimento começou é um bom sinal", disse ele, acrescentando, porém, que espera propostas de cortes maiores nos subsídios. "Espero movimentos semelhantes dos países desenvolvidos em outras áreas", disse ele.

A Rodada Doha, que tem o objetivo de ajudar os países pobres, foi lançada em 2001, mas está travada desde então devido a disputas entre países desenvolvidos e nações em desenvolvimento em relação a tarifas e subsídios agrícolas e produtos industriais. As informações são da Dow Jones.

Leia também:

 

Leia mais sobre Rodada Doha  

Leia tudo sobre: rodada de doha

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG