Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Índia prende 2 contadores da PwC por fraude da Satyam

A Price Waterhouse India, que é parte da PricewaterhouseCoopers International e prestou serviços de auditoria para a companhia indiana Satyam Computer Services, confirmou que dois de seus contadores foram presos pela polícia indiana. Nós não sabemos a razão pela qual eles foram detidos, informou a companhia em comunicado.

Agência Estado |

"Nas últimas duas semanas, a empresa cooperou totalmente em todas as investigações e forneceu os documentos pedidos pelas autoridades indianas." No início deste mês, o fundador e ex-chairman da Satyam, B. Ramalinga Raju, confessou ter perpetrado uma fraude de US$ 1 bilhão.

Depois, a Price Waterhouse disse que seus balanços auditados referentes aos últimos oito anos baseavam-se em dados potencialmente falsos fornecidos pela Satyam e deveriam ser desconsiderados. Em comunicado divulgado hoje, a Price Waterhouse disse que compartilha com o governo do país o desejo de entender o "tamanho total" da fraude e acrescentou que seguirá cooperando com as autoridades.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG