Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Índia levará à frente pacto nuclear com os EUA, apesar de polêmica

Nova Délhi, 7 jul (EFE) - O primeiro-ministro indiano, Manmohan Singh, assegurou hoje que o Governo levará à frente o pacto de cooperação nuclear com os Estados Unidos, apesar das ameaças dos aliados comunistas do país, cujo apoio disse não ter medo de perder. Singh, citado pelas agências indianas PTI e Ians, anunciou que a Índia entrará em contato muito em breve com a Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA) para fechar o acordo de salvaguardas necessário para a entrada em vigor do pacto com os EUA. O chefe do Executivo fez estas declarações aos jornalistas que o acompanhavam no avião com destino a Hokkaido (Japão), onde assistirá à cúpula anual do G8 (sete nações mais ricas do mundo e a Rússia). Os quatro partidos de esquerda cujo apoio parlamentar é vital para que se mantenha o Governo minoritário de Singh tinham dado prazo até hoje para que esclarecesse se pensava em seguir em frente com o acordo com os EUA, assinado há quase um ano. Os comunistas ameaçaram veladamente retirar o apoio ao Executivo, que esteve buscando novos aliados entre grupos minoritários da oposição e enfrenta um pedido de moção de confiança do radical hindu Partido Bharatiya Janata (BJP, Partido do Povo Indiano). Não temos medo de enfrentar o Parlamento, respondeu o primeiro-ministro, para, em seguida, descartar eleições antecipadas. O bloco comunista anunciou que, amanhã, decidirá o futuro plano de ação dependendo da resposta de Singh. O primeiro-ministr...

EFE |

O primeiro-ministro explicou que também manterá conversas com outros líderes e que coletará apoios entre os membros do grupo de fornecedores nucleares. EFE mb/db

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG