Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Índia consegue preços mais altos para exportar minério de ferro

MUMBAI (Reuters) - Companhias indianas negociaram aumentos de preço de 80 a 97 por cento para as exportações de minério de ferro ao Japão e à Coréia do Sul, informou a trading estatal MMTC Ltd nesta terça-feira. O preço do minério de ferro fino será elevado em até 79,9 por cento, enquanto o minério de ferro bruto vai custar 96,5 por cento a mais, afirmou a companhia em uma comunicado.

Reuters |

Os novos preços, negociados por autoridades do governo e as companhias estatais MMTC e a National Mineral Development Corp, estavam alinhados com os preços referenciais firmados com a Austrália, complementou.

As duas empresas têm contratos de cinco anos com usinas de aço japonesas e a sul-coreana Posco, válidos até 2010, sob os quais as quantidades e os preços são decididos anualmente.

As exportações para usinas japonesas e a Posco devem permanecer no patamar do ano passado, de 4,27 milhões de toneladas, de acordo com o comunicado.

"Como resultado do acordo de preço alcançado este ano, as exportações de minério de ferro para o Japão e a Coréia do Sul devem ganhar em câmbio exterior uma quantia de até 25 bilhões de rúpias (520 milhões de dólares)", afirmou a MMTC Ltd.

A Índia exporta cerca de 90 milhões de toneladas de minério de ferro, basicamente para China. A maioria das vendas são feitas na base "spot", diferentemente de outros grandes fornecedores que estabelecem contratos de longo prazo.

A Vale, maior produtora de minério de ferro do mundo, fracassou este ano na tentativa de alinhar seus preços com os praticados pelos seus rivais australianos e teve que recuar, no início de novembro, do pedido de ajuste adicional de 12 por cento sobre o aumento obtido em fevereiro junto aos seus clientes asiáticos.

(Por Ruchira Singh)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG