Bruxelas - As cervejarias InBev e Anheuser-Busch chegaram a um acordo para sua fusão, o que criará o maior grupo cervejeiro do mundo, informaram as duas empresas em comunicado.

A operação, que acontece após semanas de desencontros, chegará a US$ 52 bilhões, e o novo grupo se chamará Anheuser-Busch InBev.

A Anheuser-Busch recebeu no dia 11 de junho uma oferta hostil de compra por cerca de US$ 46 bilhões por parte da InBev, mas a proposta foi rejeitada por seu conselho de administração.

A cervejaria belgo-brasileira aumentou depois sua oferta pela companhia americana para US$ 70 por ação, que foi finalmente aceita.

A combinação da Anheuser-Busch e InBev criará uma líder global na indústria de cerveja e uma das cinco maiores companhias de produtos ao consumidor. Em uma base pro-forma para 2007, a empresa combinada teria gerado volume de 460 milhões de hectolitros, receita de US$ 36,4 bilhões e lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização de US$ 10,7 bilhões, destacou a InBev em nota em sua página eletrônica.

A nova companhia será chamada Anheuser-Busch InBev. Todas as cervejarias americanas da Anheuser permanecerão abertas e o executivo-chefe da InBev, Carlos Brito, será o executivo-chefe da empresa combinada. A Anheuser terá dois assentos no Conselho.

A empresa ampliada contará com diversificação geográfica, com posições importantes nos cinco principais mercados do mundo - China, Estados Unidos, Rússia, Brasil e Alemanha, e exposição equilibrada em mercados em desenvolvimento e desenvolvidos.

Tanto os acionistas da InBev como da Anheuser-Busch ainda precisam aprovar a transação. Eles terão a oportunidade de votar sobre a combinação proposta durante reuniões especiais que ainda serão marcadas. A previsão é de que o negócio esteja concluído até o fim deste ano.

O grupo InBev, que nasceu da fusão da empresa belga Interbrew e da brasileira AmBev, é a segunda maior cervejaria do mundo por volume de vendas, e perde somente para a britânica SABMiller.

A americana Anheuser-Busch é a terceira maior cervejaria do mundo e líder nos Estados Unidos, onde monopoliza 48,5% do mercado com marcas populares como a Budweiser e a Bud Light, entre outras.

(Com informações da EFE e Valor Online)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.