Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Inadimplência maior reduz lucro da American Express em 38%

SÃO PAULO - A empresa de cartão de crédito American Express apurou lucro líquido de US$ 653 milhões no segundo trimestre, uma queda de 38% em relação ao ganho de US$ 1,057 bilhão registrado no mesmo período do ano anterior. O lucro por ação caiu de US$ 0,88 para US$ 0,56 na mesma comparação, decepcionando os investidores. Nos negócios do after-hours, as ações da empresa caíram 10,5%, após terem tido baixa de 2,99% no pregão regular.

Valor Online |

O resultado do segundo trimestre deste ano inclui uma provisão de US$ 600 milhões para cobrir perdas com inadimplência em empréstimos e ainda uma baixa contábil de US$ 136 milhões no valor de títulos relacionados com operações de crédito. Existe ainda um benefício tributário não recorrente de US$ 101 milhões, ou seja.

Nós não esperamos atingir ou superar nossas metas de longo prazo até que nós vejamos melhoras na economia, disse o executivo-chefe da American Express, Kenneth Chenault. Diante disso, a empresa disse que não deve mais cumprir a projeção de crescimento de 4% a 6% do ganho por ação projetado no início do ano, já que as condições de mercado enfraqueceram significativamente desde então.

Apesar da queda no lucro, a receita da empresa, líquida de despesas com juros, cresceu 8% na comparação trimestral, para US$ 7,48 bilhões.

(Valor Online)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG