Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Inadimplência é a maior desde 2006, diz Serasa

A inadimplência dos consumidores brasileiros cresceu 8% em 2008 na comparação com 2007 e atingiu o maior nível desde 2006, segundo o estudo Indicador Serasa Experian de Inadimplência de Pessoa Física divulgado nesta quinta-feira.

Redação |

A inadimplência de janeiro a dezxembro de 2006 havia crescido 2,3% em relação ao mesmo período de 2005.

Na comparação de dezembro com novembro, a alta foi de 2,5%, e a alta de dezembro de 2008 em relação ao mesmo mês de 2007 foi de 12,8%, segundo a pesquisa.

As dívidas com bancos foram responsáveis pela maior parte da inadimplência dos consumidores no ano passado, representando uma parcela de 43,2%. Em 2007, este tipo de dívida representava 40,7%.

No segundo lugar estão as dívidas com cartão de crédito, que representam 33,7% da inadimplência dos consumidores, segundo a Serasa.

Os cheques devolvidos representaram 21% das dívidas no ano passado, e os títulos protestados foram 2,2%.

Os técnicos da Serasa acreditam que a alta na inadimplência refletiu a diminuição da renda dos consumidores, que foi afetada "pela inflação nos itens básicos, pelo crescente endividamento por parte da população em prazos mais longos, pela elevação dos juros, desde abril, e pela piora das condições de crédito no último trimestre do ano", diz o texto de divulgação da pesquisa.

A Serasa analisa, ainda, que a alta na taxa básica de juros (Selic) e o aumento das taxas cobradas pelo mercado a partir de setembro, quando houve o agravamento da crise financeira internacional, afetou principalmente os consumidores que usam frequentemente o cheque especial e o rotativo do cartão de crédito

Leia mais sobre inadimplência

Leia tudo sobre: inadimplência

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG